0
  • Facebook
  • Instagram
  • Twitter
  • YouTube - Black Circle

dark deleuze: à morte desse mundo

gilles deleuze é considerado um pensador de declarações jubilantes e
rizomáticas. neste livro, no entanto, demonstra-se que esse "cânone da alegria", que no passado parecia ser radical, atualmente perdeu sua resistência própria. o autor investiga uma rede oculta de referências à conspiração, crueldade, terror ao exterior e a vergonha de ser um ser humano para reinterpretar e reavivar a oposição de deleuze a tudo o que é intolerável neste mundo: o próprio mundo. andrew culp define seu projeto como uma crítica sem concessões ao “cânone da felicidade que celebra deleuze de maneira naïf como um pensador afirmativo da conectividade".

interpretações alegres se concentram na liberação de fluxos, no devir e na
transversalidade, em rizomas e cismas, mas na realidade tudo o que podem fazer é repetir a linguagem da revolução molecular quando, como aponta tiqqun, "a revolução foi molecular e a contrarrevolução também". O argumento é que a tese de conectividade do Google tipifica uma abordagem popular às redes que contribui ainda mais para uma cultura de felicidade obrigatória, por um controle descentralizado e pela impassível superexposição.

    R$ 43,00Preço

    Nenhum produto

    cofbdbfçgf chablaus

    produção: GLAC edições

    edição: alex flynn e leonardo araujo beserra

    tradução: aurore zachayus; fabio morais; lucas parente; noara quinta; revista punkto.

    revisão: gustavo colombini

    2017

    leia um trecho do livro.

    descrição

    Claire Fontaine é um coletivo de arte de Paris, criado em 2004, formado pela italiana Fulvia Carnevale e pelo inglês James Thornhill. A prática de Claire Fontaine se caracteriza como interrogação e reflexão constantes sobre a impotência política e a crise da singularidade do sujeito, que aparentemente definem, aos seus olhos, a arte contemporânea atual. Se o artista da atualidade é o equivalente subjetivo de um urinol ou de uma caixa Brillo - tão descolocado, tão privado de valor de uso e tão trocável quanto os produtos que produz - a perspectiva que lhe sobra é única, a greve humana.

    fique por dentro dos nossos lançamentos, promoções, atividades, conteúdos e projetos assinando nossa newsletter:

    PARA LER COM O CORPO!

    2019. GLAC edições. design e desenvolvimento por Pablo Vieira.

    © GLAC edições 2019

    rua conselheiro ramalho, 945,

    1º andar, sala 4, bela vista,

    são paulo – sp, 01325-001

    glacedicoes@gmail.com

    cnpj:19.884.010/0001-65

    ie: 126.272.212.119