cidadãos, voltem pra casa!

um programa de encontros e debates organizado bienalmente pela GLAC edições, que muitas vezes se formaliza por um seminário em que editorxs, escritorxs, intelectuais, artistas e diferentes lutadorxs sociais expõem suas ideias, práticas e modus operandi por meio de uma crítica política capaz de imaginar revoluções no presente.

 
por meio do interesse em fazer sumir o cidadanismo em nossos dias e com isso tornar-se possível ideologicamente as práticas autonomistas na sociedade, distantes da autonomia prescrita pelo capitalismo e pelos Estados ocidentais, com as ofertas de geração de renda auto empreendedoras, o Cidadãos, Voltem Pra Casa! surge para que tais ideias se façam cada vez mais visíveis e desejáveis.

#1 - 2016

Império e Anonimato – materiais preliminares às insurreições

 

foi um encontro entre diferentes tipos de editorxs lusófonxs dxs não-autorxs franceses Tiqqun, Anônimo e Comitê Invisível. Idealizado pela GLAC edições e realizado em parceria com a Oficina Cultural Oswald de Andrade de São Paulo, o encontro gratuito, mediado pela artista e pesquisadora clara ianni, visou gerar debate entre xs convidadxs e públicos participantes sobre políticas subversivas de caráter anônimo, idealizações públicas insurrecionais e axiomatizações neoliberais dos movimentos e aglomerados políticos espalhados pelo mundo nos últimos anos. para isso, xs editorxs apresentaram sucintamente um texto escolhido, já editado, dxs não-autorxs e geriram conversa crítica e analítica das proposições e asseverações surgidas no escopo de produção dos textos envolvidos.

participam do encontro: o artista roberto winter, editor da dazibao; abigail campos leal, organizadora do Slam Marginália; o filósofo peter pál pelbart, editor da N-1 edições; o escritor português miguel carmo / PORTUGAL / "Teses sobre a comunidade terrível"; a poeta e feminista denise algures; e o curador leonardo araujo beserra, editor da GLAC edições.

#2 - 2018

subjetividade e visibilidade – perda da imaginação nas relações de poder


foi um seminário, ocorrido em novembro de 2018 no Centro de Pesquisa e Formação do SESC São Paulo, que partiu da difusão e reflexão das ideias, propostas e conceitos expressos na produção literária, filosófica, artística e política de grupos anônimos franceses, autoproclamados não-autores, como Tiqqun e Comitê Invisível. o ciclo Subjetividade e Visibilidade, concebido pela GLAC edições em colaboração com abigail campos leal e gustavo motta, com quatro encontros, se voltou às diferentes estratégias de problematização da situação sócio-econômica contemporânea originadas em organizações e ambientes subversivos, e operadas entre a arte e a política.

encontros:

1˚ Tiqqun e Comitê Invisível no debate autonomista brasileiro, uma introdução
abordagem introdutória sobre o pensamento insurrecional francês do começo dos anos 2000, com foco nas proposições de anonimato, sabotagem e não-autoria apresentadas pelo Comitê Invisível. com zenite, integrante dos coletivos Facção Fictícia e CrimethInc., e paulo rocha, integrante do coletivo [conjunto vazio]


2˚ práticas de si num mundo sem governança

leitura criativa e reflexiva acerca da construção textual e do modus operandi da escrita nas produções do Comitê Invisível e, por outro, uma análise a crítica radical empregada por Tiqqun às propostas socialistas de karl marx. explanou-se sobre o potencial imaginativo na compreensão política dos dois grupos. com ana godoy, mestre e doutora em ciências sociais, e jordi carmona hurtado, professor de filosofia moderna na UFCG.


3˚ processos desejantes da contemporaneidade

os processos de subjetivação do sujeito frente ao neoliberalismo econômico e social através da proposição de Tiqqun em se erguer o revolucionário experimental. com abigail campos leal, ativista trans e doutoranda em filosofia, e a psicanalista suely rolnik, professora da PUC-SP.


4˚ exercícios para criação de desassujeitamentos.

debate acerca do conceito de greve humana, da coletiva de arte claire fontaine, da proposição em livrar-se de si mesmo, do coletivo de arte bernadette corporation, além da ideia de situação apresentada no texto anônimo Appel a partir da produção da Internacional Situacionista. com gustavo motta, doutor em história e arte pela ECA-USP, editor da dazibao, e rachel pach, geógrafa pela USP e pesquisadora independente.

#3 – 2020

Contradição e Cooptação – ...

 

em breve

 
 

box_barricada

como uma barricada, realizada para proteção e impedimento do avanço de nossos inimigos, a GLAC edições oferece o box_barricada anualmente às pessoas, coletivos e espaços autônomos que desejem fazer circular os livros subversivos que editamos, assim como tenham interesse em nutrir suas bibliotecas públicas e com isso se autofinanciarem.

 

este projeto prevê a venda de no mínimo 10 e no máximo 20 conjuntos de 5 exemplares de cada título publicado ao longo do ano pela editora, com 75% de desconto. ou seja, a preço de custo. por exemplo, ao fim do ano de 2019 teremos publicado 8 títulos, assim, caso você adquira um destes boxs, poderá vender 45 livros ao longo de 2020, arrecadando um valor 4 ou 6 vezes maior que o contribuído na compra.

 

nossa ideia é ofertar uma ferramenta de sobrevivência, possível por gerar renda àqueles sujeitos e espaços que necessitem de recursos para realizar seus projetos e aspirações. a única coisa que pedimos aos interessados que adquirirem nosso box é: por favor, apenas não venda os livros acima do valor que já o vendemos! o dinheiro arrecadado é todo seu, usufrua da melhor maneira possível!

 

caso você e seus amigxs tenham interesse, não deixe de entrar em contato conosco apresentando sua ideia, projeto e viabilidade de distribuição dos livros. ficaremos muito felizes em poder ajudar qualquer luta contra o presente, assim como lisonjeados com o seu interesse em nosso trabalho!

 
*obs: o valor final, que só pode ser estabelecido aos finais de ano, poderá ser pago em até 4 vezes.

kit_kitsch

bimestralmente a GLAC lança dois livros que deflagram a curadoria editorial que realizamos. são livros que estão intimamente ligados, mas que muitas vezes não fazem parte de um mesmo período histórico ou de uma mesma maneira de olhar o mundo. porém, são livros que estão relacionados por conta de um assunto, de uma ligação de acontecimento histórico, de um posicionamento convergente ou de uma coligação político-artística.

assim, pensamos em incrementar ainda mais a especificidade de nossas edições, convidando um artista para ocupar junto aos livros bimestrais um kit que possa ser oferecido aos nosso leitores. o artista então, intervém em nossa seleção, acoplando ao dois livros uma obra de arte de caráter político que se encontra diretamente vinculada às questões debatidas neles. e assim, sua obra é vendida a preço médio de um livro da GLAC. ao comprar o kit_kitsch você paga o referente a três de nossos livros, levando para casa uma obra de arte e nossos livros bimestrais.

kit_kitsch#1

 

em julho de 2019 lançamos as coletâneas Império e Anonimato: materiais preliminares às insurreições, organização do programa Cidadãos, Voltem Pra Casa! #1, e Chamada: imaginação radical do presente, de autores anônimos. no primeiro kit_kitsch que lançamos, a obra Queime depois de ler, do artista Jaime Lauriano, realizada em 2012, pouco antes das explosões insurrecionarias de junho de 2013, se une a esses livros. ela é uma flanela que contém as informações manuais de produção de um coquetel molotov, aludindo ao conhecido trabalho do artista cildo meireles, Inserções em circuitos ideológicos, em que uma garrafa ks de coca cola recebe o decalque de um manual de produção da mesma ferramenta de luta, reagindo à ditadura militar brasileira de 1970.

fique por dentro dos nossos lançamentos, promoções, atividades, conteúdos e projetos assinando nossa newsletter:

PARA LER COM O CORPO!

© GLAC edições 2019

rua conselheiro ramalho, 945,

1º andar, sala 4, bela vista,

são paulo – sp, 01325-001

glacedicoes@gmail.com

cnpj:19.884.010/0001-65

ie: 126.272.212.119

2019. GLAC edições. design e desenvolvimento por Pablo Vieira.

0
  • Facebook
  • Instagram
  • Twitter
  • YouTube - Black Circle